Arquivo

Posts Tagged ‘ETA’

Brasileiros poderão viajar para o Canadá sem visto a partir de maio de 2017

canada-visto

O Governo do Canadá anunciou hoje sua intenção de não exigir obrigatoriedade de visto para alguns brasileiros a parir de maio de 2017. Segundo o projeto, os brasileiros que tiveram visto de residente temporário do Canadá nos últimos 10 anos ou que possuem um visto válido de não-imigrante (turismo, negócios, trabalho temporário, estudo ou tratamento médico) dos Estados Unidos, já não precisariam de um visto para viajar ao Canadá ou, quando em trânsito, ao viajar de avião. Em vez disso, eles teriam a opção de solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem (Electronic Travel Authorization – eTA). Aqueles que não se enquadrem nestes critérios ainda precisariam solicitar um visto de visitante para viajar ao Canadá.

“O Canadá é um dos destinos preferidos de visitantes e empresários brasileiros, e expandir a elegibilidade da eTA tornaria mais fácil e rápido para muitos brasileiros virem ao Canadá”, afirmou Rick Savone, o Embaixador do Canadá no Brasil. “A facilidade para viajar entre nossos dois países se traduzirá em mais oportunidades para fortalecer nossos laços interpessoais, turísticos e de negócios.”

Para solicitar a eTA é necessário pagar uma taxa de C$ 7,00 (sete dólares canadenses) e preencher um formulário. A eTA está eletronicamente conectada ao passaporte do viajante e é válida por cinco anos ou até que o passaporte expire, o que ocorrer primeiro.

Os viajantes brasileiros que não sejam elegíveis ao eTA ainda precisariam solicitar um visto de visitante ou usar os serviços de um dos Centros de Solicitação de Vistos em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília.
Fonte: Mercado e Eventos

Canadá deixará de exigir visto de turista para brasileiros a partir de 2016

Viajantes terão de preencher uma espécie de autorização eletrônica de viagem e precisam atender alguns requisitos

canada-moraine-lakeA partir de março de 2016, brasileiros que viajarem para o Canadá não precisarão mais do visto para entrar no país. A liberação da exigência, semelhante a que existe nos Estados Unidos, foi anunciada nesta sexta-feira, 16, no site do governo canadense.

A medida vale apenas para viagens aéreas e atingem também moradores do México, Bulgária e Romênia. Com isso, o viajante deixará de desembolsar cerca de 100 dólares canadenses (R$ 297,14) para tirar o visto, além de mais 30 dólares canadenses (r$ 89,14) de taxa.

Por outro lado, o governo do Canadá pretende ampliar o uso do ETA (Autorização de Viagem eletrônica na sigla em inglês), ainda obrigatório para todos os turistas – por questões de segurança, justificam. Para inscrever-se, basta entrar em cic.gc.ca/english/visit/eta-start.asp.
Fonte: Estado de Minas